Aftas

Posted by Fátima Lombardi (rogerio) on 29/07/2010
News >> Notícias Médicas

 

 
Afta é uma doença comum, que atinge 20% da população. São feridas dolorosas na boca,que podem ser únicas ou múltiplas, com duração de cerca de 10 dias. Os sintomas são maiores nos primeiros 2 a 3 dias.
 
 
Primeiro surge o ardor e coceira e uma área avermelhada, onde irá se desenvolver a úlcera aftosa,que é uma ferida recoberta por uma camada esbranquiçada,com halo vermelho ao redor.
 
Há vários tipos de aftas, sendo a vulgar a mais comum.As mais raras são a herpetiforme, que são várias pequenas e agrupadas e a afta major, que é uma ferida de até mais de 1 cm, de difícil tratamento e que perdura por meses.
 
Não existe somente uma causa da afta. Alguns casos são por imunidade diminuída.Tanto os ácidos dos alimentos, como estresse, traumas bucais, distúrbios do sistema digestório, também podem causar o aparecimento de aftas.
 
Nunca use formol para o tratamento da afta, pois esse tipo de substância cáustica provoca uma queimadura química que destrói as terminações nervosas (por isso a melhora da dor), inclusive de tecidos normais, podendo levar a danos maiores.
 
As aftas não são contagiosas. Parece haver caráter genético.
 
No caso da afta não cicatrizar em 15 dias, procure um especialista para um exame mais detalhado, pois poderá ser outra doença, inclusive grave.
 
Não existe tratamento único para portadores de aftas, pois elas podem ser esporádicas ou constantes. Nesses casos, é melhor procurar ajuda de um especialista.
 
 
Diagnóstico e tratamento

O médico identifica a afta pelo seu aspecto e pela dor que provoca. No entanto, as feridas causadas pelo vírus do herpes simples podem parecer-se com as aftas.
 
O tratamento consiste em aliviar a dor até que as feridas sarem de forma espontânea. Podem limpar-se com algodão impregnado num anestésico como a lidocaína viscosa, que também serve Bochecho.
 
Durante alguns minutos, este anestésico alivia a dor e as queixas ao comer, embora possa diminuir o sentido do gosto. Para aliviar a dor também se pode aplicar uma camada de proteção dentária. Se o doente tem várias aftas, o médico, pode prescrever um bochecho de tetraciclina. As pessoas com recidivas de aftas graves podem utilizar este bochecho quando aparecerem novas feridas.
 
Outra opção é a cauterização com nitrato de prata, que destrói os nervos que se encontram por baixo da afta. Em alguns casos, o médico, ou o dentista, prescreve uma pomada de corticosteróide para aplicar diretamente sobre as aftas graves.
 
 
 

Last changed: 28/01/2011 at 16:24

Back
Latest News

Casa Mais Segura

Casa Mais Segura

Read more

Nove pessoas são internadas por dia em SP com queimaduras

Grande parte dos acidentes ocorre em casa, diz estudo

Read more

Sub Navigation